10 benefícios da amamentação para a mãe e para o bebê, segundo a OMS | Bem Estar

10 benefícios da amamentação para a mãe e para o bebê, segundo a OMS | Bem Estar
Rate this post


Outra tentativa de boicote americano, diz o jornal, foi a restrição à promoção de produtos alimentícios que muitos especialistas dizem ter efeitos negativos em bebês. A tentativa de boicote americano aconteceu, segundo o NYT, durante Assembleia da Organização Mundial da Saúde, braço da ONU sobre o tema, em Genebra (Suíça), no começo do mês.

A ONU diz que sua recomendação tem por base décadas de estudo sobre os benefícios da amamentação: a entidade espera que todos os seus países membros aumentem em 50% até 2025 a taxa de de bebês que recebem o leite materno como alimentação exclusiva até os seis meses de vida.

A instituição diz ainda que anticorpos encontrados no leite materno, que ajudam na prevenção de diversas doenças, não podem ser encontrados em fórmulas para crianças. Segundo a OMS, a amamentação com o leite materno deve ser exclusiva até o 6º mês e continuar até os dois anos de idade.

Nesta segunda-feira (9), a administração de Donald Trump criticou a reportagem do NYT e disse que os Estados Unidos não é contra a amamentação, mas defende o acesso à fórmula.

O tuíte de Donald Trump fomenta polêmica sobre a recomendação de alimentação exclusiva de bebês com leite materno até o 6º mês de gestação. A indicação da OMS, com base em estudos científicos, é de que o leite materno até essa idade é um alimento completo em todas as circunstâncias: seja a mãe de países pobres ou não.

A OMS diz ainda que os anticorpos encontrados no leite materno — e que protege o bebê de diversas doenças — não pode ser encontrado em fórmulas.

A publicação adicionou outros benefícios da amamentação: pontuação maior em testes de inteligência e proteção contra a diabetes tipo 2 estão entre os benefícios encontrados.

Confira alguns dos benefícios:



Source link

Add Comment