10 Benefícios do Arroz Selvagem – Receitas, Como Fazer, Propriedades e Dicas

10 Benefícios do Arroz Selvagem – Receitas, Como Fazer, Propriedades e Dicas
Rate this post


Apesar de não se parecer muito com o arroz branco tradicional a que estamos acostumados, o arroz selvagem vem ganhando adeptos ao redor do mundo, seja por suas propriedades nutricionais ou apenas para diversificar o cardápio.

Baixo em calorias e gorduras, o arroz selvagem não possui glúten e é bastante proteico, já que contém todos os aminoácidos essenciais para o nosso organismo, apesar de não conter do todos eles em ótimas quantidades. Ainda assim, é muito superior à maioria dos grãos. Além disso, possui altos teores de vitaminas do complexo B, fibras e minerais como potássio e fósforo.

Vamos conhecer um pouco mais sobre os benefícios do arroz selvagem, quais são seus usos na culinária, propriedades nutricionais e receitas para prepará-lo em casa.

O que é o arroz selvagem?

Oficialmente, este produto não é de fato um arroz, mas sim um tipo de grama aquática, bastante consumido entre os indígenas da América do Norte. Há também uma espécie originária da China, onde se consome o caule do arroz selvagem como se fosse um vegetal.

O arroz selvagem é cultivado em ambientes semi-aquáticos, normalmente em lagos rasos ou nas beiradas de rios de pouca movimentação. Por isso, e também por ainda ser um produto pouco consumido no Brasil, o arroz selvagem tende a ter um preço mais elevado que o arroz branco ou o integral.

Mesmo assim, suas propriedades nutricionais são equivalentes às de outros grãos integrais e por isso ele é uma ótima alternativa para quem quer continuar comendo com qualidade ao mesmo tempo em que descobre outros sabores.

Propriedades do arroz selvagem

Os abundantes nutrientes deste exótico arroz conferem bons resultados para a saúde de quem os consome, como melhora da saúde cardíaca, proteção contra doenças crônicas, ajuda na digestão, melhora do sistema imunológico e também a perda de peso.

O arroz selvagem é um alimento livre de glúten e sódio e, ao ser comparado com o arroz integral, possui o dobro de proteínas. O nível de antioxidantes chega a ser até 30 vezes maior que o do arroz branco e isso pode ajudar na prevenção de alguns tipos de câncer e outras doenças crônicas.

Sua composição é rica em fibras, colaborando com um melhor trânsito intestinal e evitando problemas de constipação. Além disso, seus minerais podem ajudar na saúde dos ossos.

O arroz selvagem possui altas doses de vitaminas A, C e E, compostos essenciais para nossa saúde, que colaboram com um sistema imunológico forte e saudável.

Tudo isso, juntamente com o fato de que o arroz selvagem possui menos calorias que o arroz branco ou integral, fazem deste alimento um excelente aliado para quem deseja emagrecer com saúde.

– Informações nutricionais

Valores referentes a uma xícara de arroz selvagem cozido, aproximadamente 164 gramas.

  • 166 calorias;
  • 7 gramas de proteína;
  • 3 gramas de fibras
  • 1 grama de gordura total;
  • 35 gramas de carboidratos;
  • 1 grama de açúcar;
  • 0,5 miligramas de sódio.

– Características do arroz selvagem

Seu sabor, textura e aparência não são em nada parecidos com os do arroz que conhecemos. O arroz selvagem é preto, seus grãos são finos e ele tem um sabor bastante diferenciado.

Suas propriedades nutricionais vão muito além das do arroz de todos os dias, com níveis de antioxidantes, proteínas, fibras, minerais e vitaminas bastante altos, caracterizando o arroz selvagem como um alimento saudável e nutritivo.

Seu sabor lembra o de algumas nozes e sua textura pode ser um pouco borrachuda. Pode ser consumido sozinho, mas por seu sabor intenso e preço elevado, normalmente o arroz selvagem é usado em receitas com outros ingredientes.

Um prato muito saboroso que pode ser feito com o arroz selvagem é o pilaf, uma receita popular no Oriente Médio, feita com outros grãos e especiarias. Além disso, o arroz pode ser incluído em sopas, saladas ou até mesmo preparado em forma de pipoca.

Benefícios do arroz selvagem para a saúde e boa forma

1. Saúde do coração

A causa de morte mais comum no mundo todo vem de complicações de problemas no coração, então precaver-se desses males nunca é demais. Uma dieta baixa em sódio é essencial para quem precisa reduzir a pressão arterial e o arroz selvagem é um alimento baixo em sódio, desde que feito com pouco sal.

Além disso, o arroz selvagem é rico em fibras, que podem ajudar a baixar o nível do colesterol ruim do sistema cardiovascular e diminuir o acúmulo de gordura e outras substâncias tóxicas nas paredes das artérias.

A vitamina C do arroz selvagem também é muito benéfica para o coração, já que ela tem o poder de reparar e controlar os danos no sistema cardiovascular. Tudo isso faz com que o arroz selvagem seja um alimento poderoso para a saúde do coração.

2. Melhor digestão

A fibra do arroz selvagem, além de melhorar os níveis de colesterol, ajuda no processo digestivo, melhorando a qualidade da massa fecal e facilitando o trânsito intestinal.

Por isso, há muitos benefícios do arroz selvagem para quem tem problemas digestivos, como constipação, diarreia, inchaço, cólica e gases em excesso.

Quem sofre de problemas gastrointestinais mais graves, como câncer de cólon, úlceras gástricas e hemorróidas também pode se beneficiar do alto nível de fibra do arroz selvagem.

3. Sistema imunológico

A melhor forma de se prevenir contra diversas doenças é melhorando a saúde do seu sistema imunológico e o composto mais importante para melhorar a imunidade do corpo é a vitamina C, presente no arroz selvagem.

A vitamina C estimula a produção de glóbulos brancos, conhecidos por serem defensores da nossa saúde contra toxinas e micróbios.

Mais do que isso, a vitamina C é um componente essencial para o colágeno, necessário para a criação e reparo de células, órgãos, tecidos e vasos sanguíneos, ajudando na recuperação de diversas doenças.

4. Pode ser consumido por diabéticos

A maioria das pessoas que sofre de diabetes deve restringir o consumo de arroz para conseguir controlar os níveis de açúcar do sangue.

No entanto, o arroz selvagem, por conter baixo teor de açúcar em sua composição, pode ser consumido por diabéticos. Muitos especialistas indicam o consumo de arroz selvagem para diabéticos em substituição ao arroz branco.

5. Ajuda na perda de peso

O arroz branco é frequentemente eliminado em dietas focadas em perda de peso, já que ele contém muitos carboidratos e poucos nutrientes, uma vez que o processo pelo qual ele passa retira a maior parte dos compostos benéficos que ele possui.

Por ser um alimento que possui poucas calorias e por não conter glúten, há benefícios do arroz selvagem para quem está tentando emagrecer. Diferente do arroz branco, o arroz selvagem é abundante em fibras e outros nutrientes que dão maior sensação de saciedade mesmo sendo baixo em calorias, sendo um ótimo aliado para quem quer perder peso com saúde.

6. Saúde dos ossos

Alguns minerais essenciais fazem toda a diferença no nosso organismo, principalmente com o passar dos anos. A saúde dos ossos precisa de muita atenção, e para manter sua boa saúde é fundamental ter uma alimentação rica em minerais.

Por conter altas doses de zinco e fósforo, há benefícios do arroz selvagem também para a saúde óssea, garantindo ossos mais fortes e resistentes e evitando problemas de saúde como a osteoporose.

7. Anti-envelhecimento

O arroz selvagem possui um nível impressionante de antioxidantes, principalmente quando comparado com os valores encontrados no arroz branco. O arroz selvagem possui entre 20 e 30 vezes mais antioxidantes que o nosso arroz branco que muitos estão acostumados a consumir todos os dias.

Estes compostos são conhecidos por sua ação de neutralizar os radicais livres, subprodutos do metabolismo celular que podem causar mutações prejudiciais em células saudáveis.

Este processo também acontece nas células da pele, contribuindo negativamente para uma pele com sinais de idade, com manchas e rugas. Por isso, o arroz selvagem também é um ótimo aliado para quem quer se manter jovem por dentro e por fora.

8. Prevenção de doenças crônicas

Os mesmos antioxidantes que ajudam na saúde da pele são responsáveis por benefícios do arroz selvagem para prevenir uma série de doenças relacionadas com a ação dos radicais livres, como doenças cardíacas, diabetes e alguns tipos de câncer.

Embora os estudos dos efeitos destes antioxidantes ainda não sejam totalmente comprovados, há diversos indícios de que eles são efetivos no combate aos radicais livres.

9. Alto valor proteico

As proteínas são feitas de aminoácidos essenciais para a nossa saúde geral, e o arroz selvagem possui um alto teor proteico, ideal para contribuir com uma alimentação saudável.

A maior parte da proteína que consumimos é de origem animal, como carne, frango e peixe, mas estes alimentos possuem também um alto teor de gordura, o que é bastante prejudicial. Por isso, uma dieta rica em proteína vegetal, como a presente no arroz selvagem, é benéfica para a saúde e também para quem deseja em emagrecer.

10. Saúde na gravidez

Fonte de um nutriente difícil de ser encontrado na natureza, o arroz selvagem contém vitamina B6, conhecida também como ácido fólico.

Especialistas afirmam que este composto tem o poder de reduzir o índice de deficiências no tubo neural em recém-nascidos. Esses e muitos outros nutrientes são responsáveis por muitos benefícios do arroz selvagem para as mulheres grávidas.

Como fazer o arroz selvagem?

Diferente do arroz branco, o arroz selvagem pode demorar mais de uma hora para absorver a água, portanto é importante colocar bastante água na hora do preparo.

Há quem prepare o arroz selvagem da mesma forma que se prepara macarrão, colocando muita água para ferver e depois coando o excesso. Isso evita que o arroz queime ou fique cru.

Modo de preparo:

Lave bem o arroz selvagem em água corrente com a ajuda de uma peneira.

Para cada xícara de arroz selvagem, use 4 xícaras de água. Pode-se misturar a água a um caldo de legumes, por exemplo, para dar mais sabor e nutrientes ao arroz.

Leve o arroz e a água ao fogo alto e adicione sal a gosto.

Quando a água ferver, diminua o fogo e tampe a panela.

Deixar cozinhar por pelo menos 45 minutos. Prove o arroz. O ponto certo é quando os grãos estiverem macios.

Se houver excesso de água, use uma peneira para retirar o líquido. Está pronto para consumir ou usar em outras receitas.

Receitas com arroz selvagem

1. Pipoca de arroz selvagem

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de óleo (preferencialmente óleo de coco);
  • ½ xícara de chá de arroz selvagem cru;
  • Sal a gosto.

Modo de preparo:

Em fogo alto, esquente o óleo em uma panela com tampa. Para saber quando o óleo já está quente o suficiente, coloque um grão do arroz selvagem e, se chiar, coloque toda a medida do arroz.

Mexa a panela para que o óleo cubra todo o arroz e diminua para fogo médio. Feche a panela e continue mexendo até o arroz fazer barulho de que está estourando. O barulho é bem mais suave que o da pipoca, fique atento.

Quando começar a estourar, diminua para fogo baixo até que o barulho pare.

Adicione sal e está pronta.

2. Sopa de cogumelos com arroz selvagem

Ingredientes:

  • ¼ de xícara de chá de cenoura em cubinhos;
  • ¼ de xícara de chá de aipo em cubinhos;
  • 1 colher de sopa de tomilho seco;
  • ½ cebola cortada em cubinhos;
  • ½ xícara de chá de caldo de legumes ou vegetais;
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva;
  • 1 xícara de chá de arroz selvagem cozido;
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo;
  • 2 ½ xícaras de chá de cogumelos frescos fatiados;
  • Sal e pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo:

Em uma panela grande, esquente o azeite em fogo médio, adicione a cebola, depois a cenoura e o aipo e refogue por alguns minutos.

Quando os vegetais estiverem macios, acrescente os cogumelos e o caldo. Deixe ferver com a tampa por alguns minutos.

Enquanto isso, misture a farinha com a pimenta do reino e o tomilho em um recipiente à parte. Adicione o arroz selvagem cozido e misture.

Acrescente a mistura com o arroz selvagem na panela e deixe cozinhar em fogo médio por alguns minutos.

Assim que a sopa engrossar, retirar do fogo. Acertar o sal e servir.

3. Pilaf mediterrâneo com arroz selvagem

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de azeite de oliva;
  • 1 cebola média picada;
  • 2 dentes de alho picados;
  • 3 xícaras de chá de arroz selvagem cozido;
  • 2 xícaras de chá de espinafre picado;
  • ½ xícara de chá de tomates secos picados;
  • 1 colher de sopa de noz moscada moída;
  • 2 colheres de sopa de casca de limão ralada;
  • ½ xícara de chá de queijo feta;
  • Sal e pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo:

Preaqueça o forno a 180 graus.

Aqueça o azeite em uma frigideira grande. Refogue a cebola e o alho por cerca de cinco minutos ou até que a cebola fique transparente.

Em um recipiente grande, misture a cebola e o alho refogados com o arroz selvagem cozido, espinafre, tomates secos, noz moscada, casca de limão, sal e pimenta do reino.

Coloque a mistura em uma forma untada. Acrescente o queijo feta e cubra com papel alumínio. Asse por cerca de 25 minutos.

Referências adicionais:

Dicas

Por seu preparo ser demorado, é possível cozinhar uma grande quantidade de arroz selvagem e congelar o que não for usado. Para descongelar, é só aquecer no micro-ondas ou então adicionar a uma receita quente.

O arroz selvagem combina muito com cogumelos, cebola, tomilho, salsinha, frutas secas, como damasco e uva passa e nozes, como amêndoas, avelãs e pistache.

O que você achou desses benefícios do arroz selvagem para a saúde e boa forma? Pretende inseri-lo em sua alimentação para aproveitá-los? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading…



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *