Açúcar Demerara ou Mascavo – Qual é Melhor?

Açúcar Demerara ou Mascavo – Qual é Melhor?
Rate this post


Já percebeu que no mundo de hoje parecem que existem alternativas para diversos tipos de alimento? Estamos falando, por exemplo, das versões light, diet, sem glúten, sem lactose, veganas, vegetarianas e com baixo teor de carboidratos para uma série de comidas e ingredientes que encontramos no mercado.

Mas e quanto ao açúcar? Sabemos que existem alternativas em relação à tradicional versão branca de mesa do ingrediente, como açúcar demerara ou mascavo, que apresentam diferenças em relação ao gosto, composição nutricional e coloração.

Entretanto, será que elas fazem tanta diferença assim? E como saber qual é melhor entre as alternativas, o açúcar demerara ou mascavo?

Conhecendo o açúcar demerara e o açúcar mascavo

Antes de começarmos a entender se o açúcar demerara ou mascavo é o mais indicado, primeiro vamos conhecer cada uma dessas versões do ingrediente.

– O açúcar mascavo 

Trata-se de um açúcar que apresenta uma coloração bastante escura que também é úmido. É o chamado açúcar bruto, que é extraído depois do cozimento do caldo de cana.

Como ele não passa por processos de refinamento, que é a última etapa do processo de fabricação do açúcar, é submetido a um menor número de etapas de filtragem e centrifugação e nem ganha aditivos químicos, seus valores nutricionais são preservados.

Em uma porção de 100 g de açúcar mascavo, são encontrados 85 mg de cálcio, 29 mg de magnésio e 346 mg de potássio. Em contrapartida, o sabor desta versão do ingrediente pode desagradar o paladar de algumas pessoas, tendo em vista que é bastante similar ao do caldo de cana.

Ainda assim, o açúcar mascavo pode ser utilizado como açúcar de mesa e na preparação de pratos como bolos e biscoitos.

– O açúcar demerara 

Apesar de passar por um processo de refinamento leve durante a sua produção, o açúcar demerara também não recebe nenhum tipo de aditivo químico em sua composição e apresenta uma coloração marrom-claro.

Justamente pelo fato de não ganhar os aditivos, que são os responsáveis por roubar os nutrientes do açúcar, é que o açúcar demerara apresenta valores nutricionais bastante similares ao do açúcar mascavo.

O ingrediente é utilizado na preparação de doces, pães e biscoitos, porém, é um dos tipos mais caros de açúcar e sua dissolução é apontada como mais difícil ao ser comparada com outras versões do ingrediente.

Qual é melhor? O açúcar demerara ou mascavo?

A partir de um ponto de vista nutricional, o açúcar mascavo é apontado como o mais saudável entre todos os açúcares, já que, por não passar por tantos processamentos quanto as outras alternativas do ingrediente, não perde os seus nutrientes.

Ainda assim, é importante ter em mente que ele não é considerado uma fonte exemplar de nutrientes, apenas que é melhor em comparação aos outros tipos de açúcar.

Por outro lado, o açúcar demerara pode ganhar no quesito sabor, já que ele apresenta um gosto similar ao do caramelo, que costuma agradar mais que o sabor do caldo de cana encontrado no açúcar mascavo.

Tudo isso aliado ao fato de que o demerara possui valores nutricionais bastante parecidos com o açúcar mascavo. Porém, ainda não iguais e que não deixam de ser em menores quantidades. O teor nutricional do açúcar mascavo não pode ser considerado eficiente o suficiente para ser apontado como um benefício.

Além disso, vale a pena lembrarmos que o açúcar demerara não apresenta boa dissolução, ou seja, não dissolve bem, enquanto o açúcar mascavo pode ser utilizado como açúcar de mesa.

Cuidado com a quantidade que usa do ingrediente – açúcar ainda é açúcar

Qualquer versão que você escolha para utilizar no seu dia a dia, seja o açúcar demerara ou mascavo, é fundamental ter em mente que mesmo sendo submetidos a menos processamentos em sua fabricação, eles ainda são açúcar.

Portanto, vale a pena lembrarmos da importância de não exagerar em seu consumo. Um dos motivos pelo qual o controle é necessário é o fato do excesso da ingestão do ingrediente estar associada à elevação do peso.

Quando consumimos muito açúcar, o fígado, que é o órgão do organismo humano que cumpre a responsabilidade de armazenar o açúcar, fica sobrecarregado. Por conta disso, o excedente da substância é transformado em ácidos graxos, que são enviados para a corrente sanguínea.

O problema é que esses ácidos graxos não permanecem na corrente sanguínea e são armazenados no formato de gordura em diversas regiões do corpo como a barriga, as mamas, os quadris e o bumbum.

Ainda que você não se preocupe tanto assim em engordar, vale a pena saber que ingerir muito açúcar também afeta outros aspectos da saúde. O hábito aumenta o risco de morte por doenças cardiovasculares, diminui a habilidade dos órgãos, enfraquece o sistema imunológico e faz a pressão arterial crescer.

Sabe por que isso acontece? É que quando as regiões para onde os ácidos graxos que antes eram açúcar foram enviados ficam lotadas de tecidos de gordura, eles partem para órgãos como o coração, o fígado e os rins.

A nutricionista Tânia Rodrigues explicou que a recomendação é que o consumo diário de açúcar não ultrapasse os 10% da quantidade de calorias que a pessoa precisa ingerir em um dia.

Ou seja, se o indivíduo em questão tem a necessidade de consumir 2 mil calorias diariamente, o máximo de calorias provenientes do açúcar que ele deve ingerir é de 200 calorias. Isso corresponde a 50 gramas de açúcar demerara ou mascavo, independente da sua escolha.

Você já experimentou usar açúcar demerara ou mascavo em sua cozinha para algum tipo de preparo? Qual é melhor na sua opinião e qual é usado mais frequentemente? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading…



Source link

Add Comment