Benzoato de Sódio Faz Mal? Para Que Serve?

Benzoato de Sódio Faz Mal? Para Que Serve?
4.5 (89.76%) 297 votes


Será que o benzoato de sódio faz mal a saúde? O que é esse tal de benzoato de sódio que de vez em quando vemos na lista de ingredientes de alimentos industrializados que comemos?

O benzoato de sódio é um sal do ácido benzoico, uma substância que é classificada como um composto aromático, praticamente insolúvel em água e considerada um ácido carboxílico simples. Os ácidos carboxílicos são os chamados ácidos fracos.

Ao contrário do ácido benzoico, que pode ser encontrado naturalmente em alimentos em quantidades baixas, o benzoato de sódio é produzido sinteticamente em laboratório e derivado de uma reação entre o ácido benzoico e o hidróxido de sódio.

Todos esses nomes difíceis servem para nos ajudar a entender um pouquinho melhor do que se trata esse conjunto de grãos brancos sem cheiro ou com um cheirinho levemente balsâmico, sabor adocicado e ligeiramente adstringente.

Mas você já tinha ouvido falar dessa substância antes? E será que o benzoato de sódio faz mal?

Para que serve o benzoato de sódio?

Antes de entendermos de o benzoato de sódio faz mal ou é inofensivo em relação à saúde do nosso organismo, vamos descobrir para que serve a substância. E olha, temos que dizer que ele está presente em diversos produtos que utilizamos em nosso dia a dia.

O benzoato de sódio é utilizado como conservante, agente antimicrobiano (que mata ou inibe o desenvolvimento de microrganismos como fungos, bactérias, protozoários e vírus; informações da TNS) e agente antifúngico (que inibe a produção de fungos ou os destrói).

O composto pode ser aplicado em produtos alimentícios como refrigerantes, sucos, geleias, margarinas, cidras, picles, condimentos, temperos de salada, vinagres, queijo ralado, ketchup para melhorar a solubilidade da cafeína e nos vinhos como um aditivo anti fermentação, além de ser utilizado por empresas da área de embutidos.

A substância ainda é utilizada em produtos cosméticos como cremes e loções, formulações dentais como pasta de dente e no ramo farmacêutico como agente lubrificante de cápsulas e comprimidos ou como antimicrobiano, além de ser aplicada na agricultura e na alimentação animal como conservante.

Nos alimentos, a concentração do benzoato de sódio fica entre 0,03% até 1%. Por sua vez, a indústria cosmética utiliza a dosagem de 0,05% até 0,5%, que é a concentração máxima autorizada pela legislação. Já em produtos farmacêuticos, o que inclui aqueles que são consumidos via oral, o teor do composto é de 0,05% até 1%.

O benzoato de sódio faz mal?

De acordo com informações do EWG, que disponibiliza dados a respeito de ingredientes encontrados em produtos de cuidados pessoais, a Environment Canada Domestic Substance List (Lista de Substâncias Domésticas do Ambiente do Canadá, tradução livre) classifica o benzoato de sódio como uma substância que não se espera que seja potencialmente tóxica ou maléfica ao organismo.

A mesma lista também considera que a substância não é suspeita de ser uma toxina ambiental. Já o Integrated Risk Information System (Sistema Integrado de Informações sobre Riscos, tradução livre, IRIS, sigla em inglês), um órgão dos Estados Unidos, afirma que as evidências da relação entre o composto e o câncer são limitadas ou incompletas, de acordo com os dados do governo americano.

Ainda assim, a IRIS alega ter dados insuficientes para garantir a segurança da substância, ao mesmo tempo em que o órgão de controle de alimentos dos Estados Unidos, Food and Drug Administration (Administração de Alimentos e Drogas, tradução livre, FDA, sigla em inglês), classifica o benzoato de sódio como seguro para a utilização limitada em alimentos.

A Canadian Health Protection Branch (Agência Canadense de Proteção à Saúde, tradução livre) também considera o composto aceitável quando ingerido em pequenas quantidades.

Câncer?

Por outro lado, existem alegações de que o benzoato de sódio faz mal à saúde sim, e inclusive pode causar câncer. A informação é do Natural News, que explica que a substância possui a habilidade de privar as células de oxigênio, danificar o sistema imunológico e causar o desenvolvimento do câncer.

A publicação esclarece que assim como os seres humanos precisam de oxigênio para respirar, as células precisam do oxigênio para funcionar apropriadamente e combater problemas de saúde, inclusive o câncer.

Uma pesquisa de laboratório verificou o impacto do benzoato de sódio em culturas de células humanas. O resultado observado foi um aumento da danificação do DNA, o que desencadeia mutação celular e câncer, quando o composto foi adicionado às células em diversas concentrações.

Após ser ingerido ou aplicado na pele, o composto é transportado até o fígado, onde deveria ser expelido e filtrado pela urina. Entretanto, todo o processo prejudicial explicado acima é realizado antes que isso aconteça.

Mas então, por que órgãos de saúde como a FDA classificam o benzoato de sódio como seguro? Conforme o Natural News, a resposta é que a quantidade da substância que é utilizada para preservar os alimentos é bem pequena.

Ainda assim, o site ressalta o perigo de misturar essa quantia, ainda que pequena, do benzoato de sódio com a vitamina C ou a vitamina E. Isso resulta na formação de um composto chamado benzeno, que é classificado com um agente causador de câncer.

Deficiência imunológica

Além disso, o Natural News alega que a repetida exposição do organismo a qualquer nível de dosagem do benzoato de sódio pode resultar, ao longo do tempo, em uma espécie de deficiência imunológica. De acordo com o site, outros problemas de saúde como doença de Parkinson, doença neurodegenerativas e envelhecimento precoce também já foram associadas à substância.

Reações alérgicas

Isso sem contar que uma pequena porcentagem de pessoas pode ter hipersensibilidade ao benzoato de sódio e experimentar reações alérgicas como ataques de asma e urticária.

TDAH

A página ainda alerta para o fato de poder existir uma ligação entre o transtorno de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) e o benzoato de sódio. Para a Mayo Clinic, uma organização da área de serviços médicos e pesquisas médico-hospitalares dos Estados Unidos, o conservante e diversos corantes alimentares desencadear ou aumentar a hiperatividade em crianças.

Então…

Com essas informações, é possível concluir que, ainda que seja considerado seguro, existe a possibilidade do composto prejudicar à saúde.

Por isso, vale a pena sempre verificar as embalagens dos alimentos e procurar por nomes como benzeno, ácido benzoico, benzoato de sódio, benzoato ou E211 (como o benzoato de sódio também é apresentado) e fazer a sua escolha. Se você quer evitar a substância, não compre os produtos que tenham esses nomes na composição, especialmente se eles vierem acompanhados de outras nomenclaturas como ácido cítrico, ácido ascórbico, vitamina C ou vitamina E.

Você acredita que benzoato de sódio faz mal? Já conhecia para que serve e onde encontramos esta substância? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading…



Source link

Add Comment