Cerca de 10% dos atendimentos no Butantan são de picada de escorpião – Notícias

Cerca de 10% dos atendimentos no Butantan são de picada de escorpião – Notícias
Rate this post




Cerca de 10% dos atendimentos realizados nos últimos dois meses no Hospital Vital Brazil, do Instituto Butantan, em São Paulo, especializado em vítimas de acidentes com animais peçonhentos, está relacionado ao ataque de escorpião. A maioria é atendimento de picada de cobra.


Segundo o médico Jefferson Claudio Murad, do Hospital Vital Brazil, entre maio e setembro costuma ser o período de maior procura por atendimentos de escorpião.


Saiba mais: Em SP, ataques de escorpião crescem e assustam interior


Ele explica que esse tipo de aracnídeo tem hábitos alimentares noturnos e vivem em locais propícios ao aparecimento de baratas, sua principal alimentação. “Costumam ficar em áreas úmidas, escuras e com entulho de construção, lixo doméstico, madeiras e material de construção”, explica.


As mortes representam apenas 5% dos casos de picada de escorpião. Na maioria das vezes, as lesões são locais e não necessitam de soro antiescorpiônico, que age da mesma forma que o soro antiofídico, utilizado para combater o veneno de cobra. “Ao entrarem em contato com o organismo da vítima, os anticorpos existentes no soro neutralizam o efeito do veneno do escorpião”, explica.


O Instituto Butantan produz o soro antiescorpiônico que é fornecido ao Ministério da Saúde.


Leia também: Ministério afirma ter distribuído 18 mil doses de soro


Os casos moderados a graves ocorrem quando há um envenenamento sistêmico. Ao ir para a corrente sanguínea, o veneno causa sintomas como náusea, vômito e taquicardia, podendo até levar à morte. As crianças abaixo de 7 anos e os idosos estão mais sujeitos a esses casos, de acordo com Murad.


Em caso de picada, a orientação do médico é procurar o serviço de saúde mais próximo “imediatamente”. “Se for possível, capture o animal vivo ou morto ou até mesmo fotografe e mostre ao médico”, afirma.


Leia a entrevista a seguir:


A que se deve esse aumento de casos de ataque de escorpiões?

Nesta época do ano, a partir do mês de maio ou nos meses de inverno até setembro, costumam ocorrer mais casos de escorpionismo ou acidentes com escorpiões.

Houve aumento do atendimento desse tipo no Hospital Vital Brazil?

Nesse período, de maio até o momento, 10% dos atendimentos presenciais foram relacionados a ataques de escorpião. De 160, 16 foram de ataque de escorpião.


Onde tem barata tem escorpião?

Os escorpiões têm hábitos alimentares noturnos e vivem em locais propícios ao aparecimento de baratas, que são sua principal alimentação. Costumam ficar em áreas úmidas, escuras e com entulho de construção, lixo doméstico, madeiras e material de construção.

Como agir em caso de picada, até chegar ao hospital?

Lave o local com água morna e sabão, aplique compressas mornas, tome algum analgésico de uso habitual e procure uma unidade de saúde mais próxima imediatamente. Se for possível, capture o animal vivo ou morto ou até mesmo fotografe e mostre ao médico.

A picada de escorpião necessariamente mata ou incapacita crianças?

A picada de escorpião poderá ser letal ou de gravidade em crianças abaixo de 7 anos porque constituem o grupo mais vulnerável, assim como pacientes muito idosos e com a saúde debilitada. Dependerá também do diagnóstico precoce, pois muitas vezes a vítima não viu o escorpião ou não sabe informar o tempo decorrido entre o acidente e a soroterapia anti-escorpiônica. Depende ainda da sensibilidade da vítima ao veneno do escorpião. Felizmente, a grande maioria, em torno de 95%, são de natureza leve e não exigem a utilização de soro antiescorpiônico.


Leia também: Brasilândia é o bairro com mais ataques de escorpião em São Paulo


O que determina se uma picada terá efeito leve ou grave em uma pessoa?

Leve é quando é uma lesão local, já a moderada a grave é quando há envenenamento sistêmico. Ao ir para a corrente sanguínea, o veneno causa sintomas como náusea, vômito e taquicardia, podendo até levar à morte. Nesse caso, é administrado o soro antiescorpiônico.


Como se prevenir de ataque de escorpião?

Evite o acúmulo de entulhos, folhas secas, lixo doméstico e materiais de construção nas proximidades de sua casa; mantenha o ambiente limpo habitualmente. Não ponha as mãos em buracos, sob pedras e troncos podres. É comum a presença de escorpiões em linha férrea. Como muitos desses animais apresentam hábitos noturnos, sua entrada nas casas pode ser evitada vedando-se as soleiras das portas e janelas quando começar a escurecer. Use telas em ralos do chão, pias ou tanques. Vede frestas e buracos nas paredes, assoalhos e vãos entre o forro e paredes. Conserte rodapés despregados e telas nas janelas. Afaste as camas e berços das paredes. Evite que roupas de cama e mosquiteiros encostem no chão. Não pendure roupas na parede. Examine roupas, principalmente camisas, blusas e calças antes de vestir. Acondicione lixo domiciliar em sacos plásticos ou outros recipientes que possam ser mantidos fechados para evitar baratas, moscas ou outros insetos de que se alimentam os escorpiões. Realize dedetizações frequentemente contra baratas e outros insetos, que são os alimentos naturais dos escorpiões. Preserve os inimigos naturais de escorpiões e de aranhas que as são aves, principalmente a galinha, que é seu predador natural, ou de ainda aves de hábitos noturnos, como coruja e joão-bobo, além de lagartos e sapos.


Sem antídoto, crianças morrem após serem picadas por escorpião em São Paulo:






Source link

Add Comment