Detector de relâmpagos de satélite americano tem primeiras imagens divulgadas | Ciência e Saúde

Detector de relâmpagos de satélite americano tem primeiras imagens divulgadas | Ciência e Saúde
4.5 (89.62%) 183 votes


Equipamento do GOES-16 vai ajudar meteorologistas a prever tempestades, permitindo que alertem regiões afetadas.

Imagem do detector de relâmpagos do GOES-16; a legenda ao lado mostra a quantidade de kilowatt-horas emitidos pelos relâmpagos, de acordo com a cor. (Foto: Nasa)Imagem do detector de relâmpagos do GOES-16; a legenda ao lado mostra a quantidade de kilowatt-horas emitidos pelos relâmpagos, de acordo com a cor. (Foto: Nasa)

Imagem do detector de relâmpagos do GOES-16; a legenda ao lado mostra a quantidade de kilowatt-horas emitidos pelos relâmpagos, de acordo com a cor. (Foto: Nasa)

Foram divulgadas as primeiras imagens do instrumento de detecção de raios do satélite GOES-16, da Agência Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês).

Trata-se do primeiro detector de relâmpagos em órbita geoestacionária (ou seja, que fica sobrevoando sempre o mesmo ponto do planeta), o que oferece dados nunca antes disponíveis para os meteorologistas.

Estacionado sobre a Linha do Equador, o equipamento procura continuamente relâmpagos no hemisfério ocidental, para que os meteorologistas saibam quando uma tempestade se forma, se intensifica e se torna mais perigosa.

Um aumento rápido de relâmpagos numa dada região é um sinal de que uma tempestade está se fortalecendo rapidamente, podendo levar a condições climáticas severas.

Os dados do equipamento podem ajudar os meteorologistas a antecipar o mau tempo e a emitir avisos de inundação. Em áreas mais secas, especialmente no oeste dos Estados Unidos, as informações do instrumento ajudarão os meteorologistas e, em última análise, os bombeiros a identificar áreas propensas a incêndios provocados por relâmpagos.

O rastreamento preciso de raios e tempestades sobre os oceanos, muito distantes para o radar terrestre e às vezes difíceis de ver com satélites, irá tornar mais seguras as viagens de avião e de navio.

O novo instrumento também detecta relâmpagos dentro das nuvens,que muitas vezes ocorrem de 5 a 10 minutos ou mais antes dos raios nuvem-terra. Isso significa que os meteorologistas podem eventualmente alertar os envolvidos em atividades ao ar livre.

A agência espacial Nasa lançou o GOES-16 com sucesso em novembro de 2016 do Cabo Cañaveral na Flórida.



Source link

Add Comment