Dieta dos 31 Dias – Como Funciona, Cardápio e Dicas

Dieta dos 31 Dias – Como Funciona, Cardápio e Dicas
4.5 (89.78%) 90 votes


A dieta dos 31 dias é um livro escrito pela nutricionista de Portugal Ágata Roquette. A publicação e o método prometem trazer resultados visíveis e auxiliar o emagrecimento de três até cinco quilos para mulheres e cinco a oito quilos para os homens, sem passar fome e sem que a pessoa desista no meio do caminho.

Como funciona a dieta dos 31 dias?

De acordo com a descrição do livro, trata-se de um programa alimentar adaptado aos hábitos alimentares dos moradores de Portugal. O método também é inspirado em dietas proteicas como a Atkins e a South Beach.

Sendo assim, uma grande característica da dieta dos 31 dias é a diminuição considerável da ingestão de carboidratos e o estímulo ao consumo de proteínas, que são apontadas como capazes de prolongarem a sensação de saciedade no organismo graças ao fato de demorarem mais tempo para serem digeridas.

Os alimentos consumidos durante o período da dieta podem ser cozidos, grelhados, refogados e ensopados com ingredientes como azeite, óleo de linhaça, tomate, alho, cebola, maionese caseira, mostarda (sem carboidratos), molho de soja, temperos e especiarias.

O programa alimentar conta ainda com um dia do lixo por semana – que em Portugal é conhecido como o dia da asneira – em que a pessoa pode comer aquilo que desejar no dia em que escolher.

As quatro fases e o cardápio da dieta dos 31 dias

O método de Roquette é dividido em quatro etapas. A primeira delas, chamada de inicial, é a mais rígida, dura 15 dias e exclui praticamente o consumo de carboidratos – uma rara permissão é o pão integral, que pode ser comido somente durante o café da manhã.

Outros alimentos que podem ser consumidos, mas devem ser ingeridos em doses controladas durante a primeira fase da dieta dos 31 dias, são: um copo de leite desnatado, semidesnatado, natural de soja, de arroz ou de aveia; um iogurte desnatado sem açúcar adicionado e dois queijos magros.

Já a lista de comidas que são completamente proibidas no cardápio da primeira fase do programa alimentar traz os seguintes itens: arroz, massa, batata, óleos, margarinas, feijão, grãos, milho, ervilhas, favas, lentilhas, cenoura cozida, abóbora, beterraba, bolachas, cereais, farinhas, açúcar, bebidas alcoólicas, sucos (inclusive os naturais), molhos (incluindo maionese e ketchup), fruta e sopas.

Mas com tantas restrições, o que é que pode ser consumido na primeira fase da dieta, então? Pois bem, os alimentos permitidos pelo cardápio aparecem na lista a seguir:

  • Carnes – com exceção das gordas;
  • Peixes;
  • Mariscos;
  • Moluscos;
  • Conservas como atum – desde que sejam na água ou no azeite;
  • Ovos;
  • Mortadela;
  • Presunto de peru, frango ou porco;
  • Presunto sem gorduras;
  • Paio do lombo;
  • Todas as verduras e legumes – com exceção daquelas que aparecem na lista de proibições da primeira etapa;
  • Gelatina com teor zero de açúcar;
  • Chá sem açúcar;
  • Café sem açúcar;
  • Temperos;
  • Especiarias.

A segunda fase – intermediária 

Ela pode durar até 15 dias ou estender-se até atingir o peso necessário. É nessa etapa que acontece a reintegração de alguns carboidratos à alimentação e o emagrecimento dá uma desacelerada – fica na casa dos 1 até 2 quilos, tanto para os homens quanto para as mulheres.

Os alimentos proibidos e permitidos no cardápio são os mesmos – a única diferença é que as sopas e as frutas passam a figurar nas refeições de maneira gradual.

Em relação às frutas, a recomendação consiste em comer uma maçã, uma pera, uma laranja, um pêssego, dois kiwis ou duas tangerinas. Elas devem ser consumidas depois do almoço e do jantar ou entre as refeições e nunca devem ser comidas sozinhas – é necessário que venham acompanhadas do iogurte desnatado ou do queijo magro.

A terceira etapa – alternativa 

A fase alternativa acontece quando a pessoa já está cansada da segunda etapa e caso encontre-se a poucos quilos de atingir o seu objetivo, no entanto, ainda não tenha eliminado todos os quilos desejados e/ou necessários.

Na terceira etapa é permitido incluir alimentos como arroz, massa integral, feijão, grãos, milho, ervilhas, cenoura cozida, abóbora, beterraba, favas, lentilhas e batata-doce no cardápio do almoço.

Além disso, existe a orientação de que o seguidor do método comece a praticar atividades físicas. Caso ele já se dedique aos exercícios, a recomendação passa a ser então que ele intensifique os seus treinamentos.

Para a terceira fase, a previsão é que a perda de peso fica entre 0,5 kg e 1,5 kg tanto para os homens quanto para as mulheres.

A quarta etapa – manutenção 

Na última fase, que acontece quando a pessoa já tiver perdido todos os quilos necessários para atingir o a sua meta, ela está liberada para voltar a comer de tudo e pode voltar a incluir os alimentos proibidos no cardápio de suas refeições.

Entretanto, isso deve acontecer de maneira controlada, para que o peso fique no limite. Há ainda a indicação de manter a prática frequente de atividades físicas como forma de compensar a ingestão de carboidratos.

Cuidados

Gostou da dieta dos 31 dias? Mas antes de sair por aí comprando o livro e seguindo os passos do programa alimentar, procure uma ajuda profissional de um nutricionista. Cheque com ele se o método é realmente indicado para o seu caso e que não trará problemas para a sua saúde.

É importante ter em mente que se trata de uma dieta pensada para os portugueses, que pode ou não funcionar e ser saudável para você que mora no Brasil. Portanto, é melhor conversar com o nutricionista e garantir que tudo ocorra com segurança.

Veja ainda que o método sugere a prática de exercícios físicos. Antes de começar o seu treinamento, faça uma avaliação médica para checar o seu nível de condicionamento físico e verificar que tipo de atividade você está apto a executar.

Além disso, ao receber a liberação para treinar, conte com o acompanhamento de um bom personal trainer. Ele poderá te ensinar o movimento e a técnica adequada de cada exercício e prestar socorro caso você sofra com alguma lesão.

Você já tinha ouvido falar da dieta dos 31 dias? Conhece alguém que tenha aderido e conseguido emagrecer com ela? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading…



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *