Febre amarela: Governo Federal reconhece situação de emergência em MG – Notícias

Febre amarela: Governo Federal reconhece situação de emergência em MG – Notícias
Rate this post


Em nota publicada no Diário Oficial da União, nesta segunda-feira (20), o Governo Federal reconheceu a situação de emergência por doenças infecciosas virais em Coronel Fabriciano, Governador Valadares, Manhumirim e Teófilo Otoni, em Minas Gerais. A maior parte dos casos de febre amarela do estado é originária da região.

Com o reconhecimento feito por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, as cidades poderão solicitar apoio emergencial da União para conter o surto da doença. As regionais de saúde das quatro cidades abrangem 152 municípios mineiros. Além das quatro cidades mineiras, a cidade de Ibatiba, no Espírito Santo, também decretou situação emergencial por registrar notificações de febre amarela.

Acompanhe a cobertura completa do surto de febre amarela com o R7

Segundo o boletim da febre amarela, divulgado na última sexta-feira (17), até o momento, 1.012 notificações de febre amarela foram registradas em Minas, neste ano, sendo que 220 foram confirmados. De acordo com o Ministério da Saúde, 89 pessoas morreram com a doença no Brasil, delas 78 são de casos mineiros.

Reforços

Na última terça-feira (14), o Governo Federal anunciou que vai repassar R$ 7,4 milhões para custear serviços hospitalares, ambulatoriais e atendimentos nas regiões mais afetadas com o aumento de casos em Minas Gerais. De acordo com o Ministério da Saúde, o dinheiro vai ser disponibilizado, em parcela única, para as cidades de Ipatinga, Caratinga e Teófilo Otoni, além da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais.



Source link

Add Comment