RJ confirma dois primeiros casos de febre amarela no Estado – Notícias

RJ confirma dois primeiros casos de febre amarela no Estado – Notícias
4.5 (89.66%) 207 votes


A Secretaria de Estado de Saúde confirmou os dois primeiros casos de febre amarela silvestre com transmissão dentro do Estado do Rio de Janeiro, desde a notificação dos primeiros casos em humanos em Minas Gerais. De acordo com a pasta, após a realização de exames, foram registrados resultados positivos para o vírus em dois homens, moradores da área rural do município de Casimiro de Abreu sem histórico de viagem para áreas onde há comprovação da circulação da doença.

Diante dos resultados, a secretaria tomou a iniciativa de adotar de forma imediata novas medidas, além da vacinação já anunciada para todo o Estado e que será realizada de forma gradativa em todo o território fluminense.

As novas ações compreendem a antecipação da vacinação para 24 municípios estratégicos, nas regiões Norte, Noroeste, Serrana, dos Lagos e no entorno da reserva do Poço das Antas. São eles: Sumidouro, Nova Friburgo, Cachoeiras de Macacu, Rio Bonito, Silva Jardim, Rio das Ostras, Cabo Frio, Macaé, Bom Jardim, Duas Barras, Cordeiro, Macuco, Trajano de Moraes, Conceição de Macabu, Tanguá, Araruama e Casimiro de Abreu (que não estavam na área de vacinação de bloqueio nas divisas com MG e ES), além de Campos dos Goytacazes, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto, São Fidélis, Cardoso Moreira, Carmo, Cantagalo e Sapucaia (que já estavam entre os 30 municípios com vacinação de bloqueio). A prioridade da campanha será imunizar a população residente ou que trabalha em áreas de mata e zonas rurais.  

Para a primeira etapa da vacinação dos habitantes destes municípios, o Ministério da Saúde vai disponibilizar 1 milhão de doses de vacinas, que serão entregues nesta quinta-feira (16) para a SES, que fará a distribuição para os municípios. A estratégia foi alinhada durante reunião do secretário de Estado de Saúde, Luiz Antônio Teixeira Jr., com o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Adeilson Cavalcante, e o diretor de Bio Manguinhos, Artur Roberto Couto, na manhã desta quarta-feira (15/3) na Fundação Oswaldo Cruz. Os demais municípios, incluindo a capital e a Região Metropolitana, integrarão as duas fases seguintes, com previsão de início até o fim do mês de março, mediante a liberação de novos lotes de doses a serem disponibilizados pelo MS para o RJ. A SES reforça que todo o Estado do Rio de Janeiro será contemplado, portanto, não há necessidade de deslocamento da população entre os municípios em busca da vacina. Toda a população do RJ, observando as contraindicações, será imunizada, de forma gradativa, até o fim deste ano.



Source link

Add Comment