Zika pode aumentar chances de aborto espontâneo no 1º trimestre da gravidez, diz estudo – Notícias

Zika pode aumentar chances de aborto espontâneo no 1º trimestre da gravidez, diz estudo – Notícias
Rate this post


Pesquisadores da Universidade de John Hopkins, em Baltimore, nos Estados Unidos, realizaram um estudo com ratos que revelou que infecção com zika vírus pode estar relacionada a abortos espontâneos no primeiro trimestre de gravidez.

Na pesquisa, os cientistas injetaram o vírus no sistema reprodutivo de camundongas grávidas com sistema imune perfeito. Os responsáveis pela pesquisa descobriram que o zika pode desorganizar as células da placenta responsáveis por impedir a entrada de vírus, toxinas ou bactérias no órgão que abriga os fetos.

Diagnóstico precoce de problemas oculares é imprescindível para desenvolvimento de bebês com zika

O tipo de zika injetado foi encontrado nos surtos na Nigéria em 1968, no Camboja em 2010, e no Brasil e Porto Rico em epidemia recentes. Sabra Klein, imunologista e coautora do estudo, afirmou que os potenciais danos do vírus são graves.

— Precisamos achar uma maneira de interromper a transmissão de zika por meio da placenta para o feto, porque é aí que o dano acontece. Nas placentas dos ratos que usamos, vemos que se monta uma defesa contra o zika, mas ela falha, especialmente no início da gravidez, tempo que corresponde ao primeiro trimestre dos humanos.

Com o tipo de vírus mais antigo, 71% das gestações ocorreram normalmente. Para a cepa mais recente, apenas 56% delas foram viáveis. Isso significa que a taxa de aborto espontâneo varia entre 29% e 44% para ratos infectados com zika. A relação entre o vírus e os abortos ainda não foi plenamente estabelecida.

Uma consideração pontuada pelo artigo é que, quando os ratos foram infectados pelo zika vírus durante o segundo trimestre da gravidez, o número de abortos foi menor. O estudo afirma que isso sugere, que, com o decorrer da gestação, a vulnerabilidade ao vírus diminui.

Bebês expostos ao zika podem desenvolver microcefalia após o nascimento

Para o futuro, a ideia é estudar as consequências desse vírus a longo prazo. Uma das pretensões dos estudiosos é ver se os irmãos de bebês nascidos durante a infecção com o zika também sofrerão efeitos neurológicos.



Source link

Add Comment