‘Don Juan’ do aplicativo é indiciado por estelionato amoroso

Walcy Vieira

A Polícia Civil do Goiás indiciou criminalmente, nesta sexta-feira (12/05), o homem de iniciais F.S.S., de 35 anos, acusando-o de praticar estelionato amoroso contra uma mulher que conheceu em um aplicativo de relacionamentos na internet.

O homem se dizia solteiro e estudante do curso de medicina, enquanto na realidade é casado e tem filhos. Ainda conseguiu “arrancar” uma boa quantia em dinheiro da vítima. Chegou a convidar a mulher para sua suposta formatura no curso de Medicina, mas a vítima teria que pagar o convite, R$ 1,2 mil, no que foi prontamente atendido.

Não foi só: durante o período em que conversavam até altas horas da noite, F.S.S. dizia que estagiava em hospitais e mandava para a mulher fotos de crianças. Dizia que as crianças estavam doentes e precisando de valores em dinheiro. A vítima fez várias transferências para a conta do falso estudante.

A farsa começou a ser descoberta quando chegou a data da suposta formatura. O golpista mandou mensagem dizendo que estava com Covid e que havia tido uma trombose. A vítima começou a desconfiar e passou a investigar. Terminou descobrindo que o golpista é casado, tem filhos e mora no município de Formosa, situado no Entorno do Distrito Federal.

Pedindo para não ter o nome exposto, a vítima registrou Boletim de Ocorrência na Polícia Civil e o golpista foi indiciado sob a alegação dele ter usado de “esperteza”, mentira e “astúcia” para subtrair dinheiro da vítima e por gerar expectativa sentimental na mulher.

Share This Article

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias