Presa suspeita de enviar bombons que mataram mulher no Rio

Mulher foi presa em flagrante por homicídio duplamente qualificado no Rio de Janeiro
Redação BR24h.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta quinta-feira, dia 25, uma mulher suspeita de enviar os bombons envenenados que mataram Lindaci Viegas Batista, no dia do seu aniversário de 54 anos, no Rio de Janeiro. A mulher identificada como Suzane Martins da Silva foi presa no bairro de Acari e levada para a Delegacia de Vila Isabel. Ela seguirá para o sistema prisional por determinação da Justiça.

O depoimento de um motoboy foi essencial para a identificação de Suzane Martins. Ele foi o responsável por fazer a entrega dos bombons a Lindaci Viegas no último sábado, dia 20. No caminho para entrega, o motoboy recebeu uma mensagem de Suzane no WhatsApp informando que o “presente” deveria ser entregue para a aniversariante Lindaci.

Suzane foi presa ao tentar encontrar o motoboy no local onde ele recebeu a entrega – ela tentava convencer o entregador a não contar a conversa entre os dois à Polícia Civil. A mulher foi presa em flagrante por homicídio duplamente qualificado por envenenamento e motivo fútil, segundo a Polícia Civil.

Crime

Suzane matou Lindaci por ciúmes – a acusada se relacionava com o ex companheiro da vítima identificado apenas como Mário. “Suzane sempre desconfiou que Mário estava lhe traindo com sua ex e resolveu se vingar justamente no dia do aniversário desta para não chamar a atenção, dando-lhe flores e bombons que estavam envenenados”, destacou, em nota, a Polícia Civil.

Lindaci
Lindaci Viegas morreu após comer bombons de presente no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação
Share This Article

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias