Homem é morto após ser alvo de fake news no Guarujá

Osil morreu espancado após ser acusado de roubar moto no Guarujá
Redação BR24h.

Um homem identificado como Osil Vicente Guedes, 49, foi brutalmente assassinado após ser espancado por conta de uma fake news que o acusava de ter roubado uma motocicleta no município de Guarujá, no litoral de São Paulo.

Osil era dono de uma recicladora e tinha uma filho de nove anos. A vítima chegou a ser internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santo Amaro, mas teve morte encefálica confirmada no último domingo, dia 07.

A vítima não tinha antecedentes criminais e morava na sede da empresa de reciclagem no bairro Vila Áurea, no distrito de Vicente de Carvalho, no Guarujá.

“Pega Ladrão”

Osil foi linchado por um grupo de pessoas na região da rua Tambaú e avenida Oswaldo Cruz, em Vicente de Carvalho. De acordo com testemunhas, as começaram após gritos de “pega ladrão” direcionado ao catador no Guarujá.

Fake News

O dono da motocicleta negou roubo e contou a Polícia Militar ter emprestado o veículo a Osil. Em Boletim de Ocorrência, o proprietário informou que conhecida a vítima que era uma pessoa “trabalhadora” e que “não se metia em confusão”.

Suspeitos

A Polícia Civil identificou três suspeitos de terem agredido Osil. Um deles se apresentou na delegacia e afirmou em depoimento ser ex-cunhado da mulher de Osil.

Surra

O irmão da vítima contou que Osil tinha “tomado uma surra” a mando da mulher um dia antes de ser linchado. Osil sofreu traumatismo craniano e teve morte encefálica confirmada pelo Hospital Santo Amaro.

Share This Article

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Notícias